Sábado 14 Muharram 1446 - 20 Julho 2024
Portuguese

Palavras do Tasbih, Tahmid, Takbir e Tahlil após a oração

Pergunta

Após a oração, costumamos dizer o tasbih (“Subhan Allah”) trinta e três vezes, tahmid (“Al-hamdu Lillah”) o mesmo número de vezes e takbir (“Allahu akbar”) trinta e quatro vezes. Mas, recentemente li que podemos dizer “Subhan Allah wa'l-hamdu Lillah wa la ilaha illa Allah wa Allahu akbar (Glorificado seja Allah e todos os louvores são para Allah, e não há deus digno de adoração exceto Allah, e Allah é o maior)” dez vezes depois do Dhuhr, 'Asr e 'Isha. Quão correto é isso?

Resumo da Resposta

1) Pode-se dizer Subhan Allah 33 vezes, Al-hamdu Lillah 33 vezes, Allahu akbar 33 vezes, e completar 100 dizendo La ilaha ill-Allah wahdahu la sharika lah, lahu'l-mulk wa lahu'l-hamd wa huwa 'ala kulli shay-in qadir. 2) Pode-se dizer Subhan Allah 33 vezes, Al-hamdu Lillah 33 vezes e Allahu akbar 34 vezes, então o total será 100. 3) Pode-se dizer Subhan Allah 25 vezes, Al-hamdu Lillah 25 vezes, Allahu akbar 25 vezes, e La ilaha illa Allah 25 vezes, então o total será 100. 4) Pode-se dizer Subhan Allah 10 vezes, Al-hamdu Lillah 10 vezes e Allahu akbar 10 vezes.

Texto da resposta

Todos os louvores são para Allah.

É prescrito relembrar Allah glorificando-O, louvando-O, magnificando-O e proclamando Sua Unicidade (dizendo La ilaha illa Allah), em seguida às orações obrigatórias. Há muitas maneiras de fazer isso, que foram narradas na Sunnah.

  1. O adorador pode glorificar a Allah trinta e três vezes (dizendo “Subhan Allah”) após cada oração, louvá-Lo (dizendo “Al-hamdu Lillah”) trinta e três vezes e magnificá-Lo (dizendo “Allahu akbar”) trinta e três vezes, e completar cem dizendo: “La ilaha ill-Allah wahdahu la sharika lah, lahu'l-mulk wa lahu'l-hamd wa huwa 'ala kulli shay-in qadir (Não há deus digno de adoração exceto Allah o Único, sem parceiro ou associado, d’Ele é o Domínio, a Ele o louvor, e Ele tem poder sobre todas as coisas). Assim o número total será cem.

Isso se deve ao relato narrado por Muslim (597) de Abu Hurairah (que Allah esteja satisfeito com ele) do Mensageiro de Allah (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele), que disse: “Quem glorificar Allah trinta e três vezes depois de cada oração, e louvar a Allah trinta e três vezes, e magnificar Allah trinta e três vezes, totalizando noventa e nove, e completar dizendo: ‘Não há deus senão Allah o Único, sem parceiro ou associado; d’Ele é o Domínio, a Ele o louvor, e Ele tem poder sobre todas as coisas’, seus pecados serão perdoados mesmo que sejam como a espuma do mar.”

  • Nestas palavras, o tasbih é repetido trinta e três vezes, então, o tahmid é repetido o mesmo número de vezes e depois o takbir é repetido o mesmo número de vezes.
  • Ou pode ser feito juntando as frases: “Subhan Allah wa'l-hamdu Lillah wa Allahu akbar (Glorificado seja Allah e Todos os louvores são para Allah, e Allah é o maior)”, repetindo isso trinta e três vezes.

Al-Bukhari (843) e Muslim (595) narraram que Abu Hurairah (que Allah esteja satisfeito com ele) disse: Os pobres vieram ao Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) e disseram: Os ricos, em virtude de sua riqueza, tomaram os cargos mais altos e a felicidade eterna. Eles rezam como nós rezamos e jejuam como nós jejuamos, mas têm riqueza excedente com a qual fazem o Hajj e a ‘umrah, e se esforçam na jihad e fazem caridade. Ele respondeu: “Não deveria vos ensinar algo por meio do qual podereis alcançar aqueles que vieram antes de vós e nenhum daqueles que vierem depois de vós vos alcançará, e sereis os melhores dentre as pessoas ao vosso redor, exceto aqueles que fazem o que fazeis? Glorificai Allah, magnificai-O e louvai-O trinta e três vezes após cada oração.”

Discordamos entre nós. Alguns de nós disseram: Devemos glorificar a Allah trinta e três vezes, e louvá-Lo trinta e três vezes, e engrandecê-Lo trinta e quatro vezes. Então, retornei ao Profeta e perguntei.

E ele disse: “Dize, 'Subhan Allah wa'l-hamdu Lillah wa Allahu akbar (Glorificado seja Allah, e Todos os louvores são para Allah, e Allah é o maior)' até que tu tenhas dito tudo isso trinta e três vezes.”

  1. Glorificar a Allah trinta e três vezes, louvar trinta e três vezes e magnificar trinta e quatro vezes, então o total será cem.

Isso se deve ao relato narrado por Muslim (596) de Ka’b ibn ‘Ujrah (que Allah esteja satisfeito com ele) do Mensageiro de Allah (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele), que disse: “Adhkaar (recordações) após a oração, aquele que os diz ou faz depois de cada oração obrigatória não ficará desapontado: trinta e três tasbihs, trinta e três tahmids e trinta e quatro takbirs.”

  1. Glorificar a Allah, louvá-Lo, engrandecê-Lo e proclamar Sua Unicidade (dizendo La ilaha illa Allah) vinte e cinco vezes cada, então o total será cem.

Isso se deve ao relato narrado por an-Nassai (1350) de Zaid ibn Thabit (que Allah esteja satisfeito com ele), que disse: As pessoas foram instruídas a glorificar Allah trinta e três vezes após oferecer cada oração, e louvá-Lo trinta e três vezes, e magnificá-Lo trinta e quatro vezes. Um homem dentre os Ansar teve um sonho em que alguém veio até ele e lhe foi dito: O Mensageiro de Allah (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) te instruiu a glorificar a Allah trinta e três vezes após cada oração, e louvá-lo trinta e três vezes e engrandecê-lo trinta e quatro vezes? Ele respondeu que sim. O homem disse: Faz vinte e cinco vezes cada um e inclui o tahlil entre eles. Quando a manhã chegou, ele foi até o Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) e contou-lhe sobre isso, e o Profeta disse: “Faz assim”. Este hadith foi classificado como sahih por al-Albani em Sahih an-Nasai.

  1. Glorificar a Allah dez vezes, louvá-Lo dez vezes e magnificá-Lo dez vezes.

Isso se deve ao relato narrado por Abu Dawud (5065) de 'Abdullah ibn 'Amr (que Allah esteja satisfeito com ele), do Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) que disse: “Há duas ações que se um muçulmano as fizer regularmente entrará no Paraíso. São fáceis, porém são poucos os que as fazem; dizer: Subhan-Allah dez vezes após cada oração, e al-hamdu Lillah dez vezes, e Allahu akbar dez vezes. Isso dá cento e cinquenta [num dia] na língua e mil e quinhentos na Balança.

E dizer Allahu akbar trinta e quatro vezes ao ir para a cama, e al-hamdu Lillah trinta e três vezes, e Subhan-Allah trinta e três vezes. São cem na língua e mil na balança.”

E eu vi o Mensageiro de Allah (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) contando-os em seus dedos. Eles disseram: Ó Mensageiro de Allah, como é que elas são fáceis, mas poucas pessoas as fazem? Ele respondeu: “Ele – referindo-se ao shaitan – vem até um de vós quando este está em sua cama e o faz adormecer antes que possa dizê-las, e ele vem até alguém quando está rezando e o lembra de alguma necessidade antes que ele possa dizê-las." (Classificado como sahih por al-Hafiz Ibn Hajar em Takhrij al-Adhkar, 2/267; também classificado como sahih por al-Albani em al-Kalim at-Tayyib, 113).

Estas são algumas das formas autênticas [de recitar dhikr] que foram narradas em detalhes. O melhor é variar entre elas, dizendo uma, às vezes e outra em outros momentos.

Shaikh Muhammad ibn ‘Uthaimin (que Allah tenha misericórdia dele) disse:

“Com relação à recitação do tasbih após as orações, quatro maneiras foram narradas:

  • Dizer “Subhan Allah” dez vezes, “Al-hamdu Lillah” dez vezes e “Allahu akbar” dez vezes.
  • Dizer “Subhan Allah wa’l-hamdu Lillah wa Allahu akbar” trinta e três vezes. Assim, o total será noventa e nove, e pode-se completar dizendo: “La ilaha ill-Allah wahdahu la sharika lah, lahu'l-mulk wa lahu'l-hamd wa huwa 'ala kulli shay-in qadir (Há não há deus senão Allah o Único, sem parceiro ou associado, Seu é o Domínio, a Ele o louvor, e Ele tem poder sobre todas as coisas)”.
  • Dizer “Subhan Allah” trinta e três vezes, “Al-hamdu Lillah” trinta e três vezes e “Allahu akbar” trinta e quatro vezes.
  • Dizer “Subhan Allah wa’l-hamdu Lillah wa la ilaha illa Allah wa Allahu akbar” vinte e cinco vezes. Assim, o total será cem vezes." (Sharh Manzumah Usul al-Fiqh wa Qawa'idihi pág. 176-177).

Com relação ao que o questionador mencionou sobre dizer “Subhan Allah wa'l-hamdu Lillah wa la ilaha illa Allah wa Allahu akbar” dez vezes, especificamente depois do Dhuhr, ‘Asr e ‘Isha, não sabemos de nada na Sunnah que possa comprovar isso. Pelo contrário, o que é narrado na Sunnah é que este dhikr deve ser dito vinte e cinco vezes, após cada uma das orações obrigatórias, e não é específico para Dhuhr, ‘Asr e ‘Isha.

E Allah sabe mais.

A Fonte: Islam Q&A