Quarta-feira 18 Muharram 1446 - 24 Julho 2024
Portuguese

Súplicas para obter provisão, riqueza, e pagar dívidas

Pergunta

Por causa da situação econômica em declínio nos EUA, atualmente meu pai está enfrentando problemas no trabalho e não sabemos por quanto tempo mais ele permanecerá em seu emprego. Notificaram-no para que se demitisse... e ele é o único sustento da nossa família. Eu gostaria de aprender uma súplica (du’a) que eu possa recitar, para que Allah nos conceda alívio e tenhamos mais renda. Procurei na Internet e encontrei uma súplica, mas não sei se é autêntica, pois pede ao indivíduo que a recite doze mil vezes de uma só vez. Espero que vocês possam ajudar, que Allah lhes recompense com o bem.

Texto da resposta

Todos os louvores são para Allah.

Em primeiro lugar:

Pedimos a Allah, Exaltado seja, que facilite as coisas para você, ajude seu pai e lhe conceda uma provisão abençoada e halal.

Existem várias súplicas para alívio de angústias, ajuda para pagar dívidas e aquisição de riqueza que são comprovadas na Sunnah sahiha. Elas incluem o seguinte:

-1-

Ahmad (3712) narrou que 'Abdullah ibn Mas'ud disse: O Mensageiro de Allah (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) disse: “Nenhuma pessoa que sofra qualquer ansiedade ou tristeza, e diga: ‘Allahumma inni ‘abduka wabnu ‘abdika wabnu amatika, naasiyati bi yadika, madin fiyya hukmuka, ‘adlun fiyya qada’uka, as’aluka bi kulli ismin huwa laka sammaita bihi nafsaka aw ‘allamtahu ahadan min khalqika aw anzaltahu fi kitabika aw ista’tharta bihi fi ‘ilm il-ghaibi ‘andak an taj‘ala al-Qur’ana rabi‘a qalbi wa nura sadri wa jala’a huzni wa dhahaba hammi (Ó Allah, eu sou Teu servo, filho de Teu servo, filho de Tua serva, meu topete está em Tua mão, Teu comando sobre mim é executado para sempre e Teu decreto sobre mim é justo. Peço-Te por todos os Nomes pertencentes a Ti, pelos quais Tu Te nomeias, ou Tu ensinaste a qualquer um de Tua criação, ou Tu revelaste em Teu Livro, ou Tu preservaste no conhecimento do invisível junto a Ti; que Tu faças do Alcorão a vida do meu coração, a luz do meu peito, um fim para minha tristeza e um alívio para minha ansiedade)’, vai permanecer sem que Allah tire sua tristeza e pesar e lhe dê alegria em lugar disso.” Foi dito: “Ó Mensageiro de Allah, não devemos aprendê-las (estas palavras)?” Ele respondeu: “Sim, de fato; quem as ouve deve aprendê-las”.

Classificado como sahih por al-Albaani em Sahih at-Targhib wa at-Tarhib (1822).

-2-

Muslim (2713) narrou que Abu Hurairah disse: O Mensageiro de Allah (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) costumava nos dizer, quando qualquer um de nós queria deitar e dormir, que recitasse: “Allahumma Rabb as-samawati wa Rabb al-ardi wa Rabb al-‘Arshil-‘Azim, Rabbana wa Rabba kulli shai’, faliq al-habbi wa’n-nawa wa munzil al-Tawrati wa’l-Injili wa’l-Furqan, a‘udhu bika min sharri kulli dabbatin anta akhidhun bi nasiyatiha. Allahumma anta al-awwal fa laisa qablaka shai’, wa anta al-akhiru fa laisa ba’daka shai’. Wa anta az-zahiru fa laisa fawqaka shai’, wa anta al-batinu fa laisa dunaka shai’. Iqdi ‘anna ad-daina wa aghnina min al-faqr (Ó Allah, Senhor dos céus e da terra, e Senhor do Trono Poderoso, nosso Senhor e Senhor de todas as coisas, Divisor da semente [a linha divisória na semente] e da nawa [substância dentro da semente da tâmara], Revelador da Tawrat [torá], o Injil [Evangelho] e Furqan [outro nome para o Alcorão], busco refúgio em Ti contra o mal de todas as criaturas que Tu agarras pelo topete [isto é, tem total controle sobre elas]. Ó Allah, Tu és o Primeiro e não há nada diante de Ti; Tu és o Último e não há nada depois de Ti. Tu és o Manifesto (az-Zahir) e não há nada acima de Ti; Tu és o Oculto (al-Batin) e não há nada além de Ti. Liquide nossa dívida e nos poupe de pobreza)."

-3-

Foi narrado de 'Ali (que Allah esteja satisfeito com ele) que um mukaatib (um escravo que solicitou judicialmente sua alforria) veio até ele e disse: “Eu não posso pagar minha alforria; ajuda-me.” Ele disse: “Posso ensiná-lo algumas palavras que o Mensageiro de Allah (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) me ensinou? E se tu tiveres dívidas como a montanha de Sir, Allah pagará por ti.” Ele continuou: “Diz: Allahumma ikfini bi halalika 'an haramika wa aghnini bi fadlika 'amman siwaka (Ó Allah, basta-me com o que Tu permitiste para que eu não precise daquilo que Tu proibiste, e me torna independente de meios [de sobrevivência] por Tua generosidade para que eu não precise de ninguém além de Ti)'” Narrado por at-Tirmidhi (3563); classificado como hasan por al-Albani em Sahih at-Tirmidhi.

-4-

At-Tabarani narrou em al-Mu'jam as-Saghir que Anas ibn Malik (que Allah esteja satisfeito com ele) disse: O Mensageiro de Allah (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) disse a Mu'adh (que Allah esteja satisfeito com ele): “Deveria te ensinar um du’a que tu podes dizer mesmo se tiveres dívidas como o Monte Uhud, para que Allah possa pagar por ti?” Diga, ó Mu'adh: ‘Allahumma Malik al-mulk, tu’ti al-mulka man tasha’ wa tanzi‘ al-mulka mimman tasha’, wa tu‘izzu man tasha’ wa tudhillu man tasha’, bi yadika al-khair, innaka ‘ala kulli shai’in qadir, Rahman al-dunia wa’l-akhirati wa rahimahuma, tu‘tihima man tasha’ wa tamna‘u minhuma man tasha’, irhamni rahmatan tughnini biha ‘an rahmati man siwaka (Ó Allah, Soberano dentre todos, Tu dás domínio a quem quiseres e tiras o domínio de quem quiseres, Tu exaltas quem quiseres e humilhas quem quiseres. Em Tua mão está toda a bondade, e Tu és capaz de fazer todas as coisas. Misericordioso e Compassivo neste mundo e no outro, Tu as dá [a misericórdia e compaixão] a quem quiseres e priva-as de quem quiseres. Conceda misericórdia a mim de tal maneira que eu não precise da misericórdia de ninguém além de Ti).’” Classificado como hasan por al-Albani em Sahih al-Targhib wa'l-Tarhib (1821).

-5-

Um dos meios mais benéficos de obter provisão é rezar muito por perdão.

Allah, Exaltado seja, diz (interpretação do significado):

{E disse: 'Implorai perdão a vosso Senhor - por certo, Ele é Perdoador - Ele enviará do céu, sobre vós, chuva, em abundância, e vos estenderá riquezas e filhos, e vos fará jardins, e vos fará rios.’}

[Nuh, 71:10-12].

Em segundo lugar:

Quanto a estipular um número específico de vezes para repetir qualquer uma dessas súplicas, isto é uma inovação (bid'ah) que foi introduzida na religião.

Foi dito em Fatawa al-Lajnah ad-Da'imah: “O princípio básico, com respeito a adhkar e atos de adoração, é que eles são tawqifi [o que significa que eles não podem ser comprovados, exceto com base em textos religiosos autênticos], e Allah não é para ser adorado, exceto das formas prescritas por Ele. Isso também se aplica à decisão sobre se um determinado ato de adoração pode ser oferecido a qualquer momento ou se está limitado a um determinado horário, como deve ser feito e quantas vezes deve ser feito. Com relação a tudo o que Allah prescreveu quanto a adhkar, súplicas e todos os outros atos de adoração que não estão limitados a um tempo, número, lugar ou maneira específica, não é permitido que nos comprometamos com uma determinada maneira, hora ou quantidade; ao contrário, adoramos a Allah oferecendo esses atos de adoração sem restrições, como foram prescritos. O que quer que seja comprovado com base em relatos que indicam – com base nas palavras ou atos do Profeta – que eles são limitados a um determinado tempo ou número, ou limitados a um determinado lugar ou maneira, nós adoramos a Allah fazendo de acordo com o que foi comprovado pelos textos religiosos.”

Shaikh ‘Abd al-‘Aziz ibn Baz, Shaikh ‘Abd ar-Razzaq ‘Afifi, Shaikh ‘Abdullah ibn Ghadian, Shaikh ‘Abdullah ibn Qa‘ud (Majallat al-Buhuth al-Islamiyyah, 21/53 e Fatawa Islamiyyah, 4/178).

E Allah sabe mais.

A Fonte: Islam Q&A