Sexta-feira 15 Dhu Al-Hijjah 1445 - 21 Junho 2024
Portuguese

Regra sobre a inalação de ar do climatizador durante o jejum, mesmo que este use água

Pergunta

Gostaria de perguntar sobre a regra de inalar o ar emitido pelo refrigerador de ar do deserto durante o jejum, já que este dispositivo deve ser alimentado com água para que possa umedecer o ar.

Texto da resposta

Todos os louvores são para Allah.

Em primeiro lugar:

Não há nada de errado em usar o refrigerador de ar do deserto durante o dia no Ramadan, e inalar o ar que sai dele não é considerado quebra do jejum, mesmo que o refrigerador de ar seja alimentado com água. Ainda se assumirmos que, às vezes, saem gotas de água, porque elas se dissipam no ar, de modo que nenhuma das gotas de vapor d'água chega à boca ou ao nariz da pessoa, e nada disso vai além de sua garganta.

A inalação de ar é permitida. O ar que sai do climatizador não possui nenhuma substância, como bakhur (incenso), por exemplo, e as gotículas de água com as quais ele é alimentado não emitem nenhuma substância no ar gerado pelo climatizador, principalmente se você se mantiver longe dele e não ficar ao lado de onde o ar é emitido.

Se acontecer de um jejuador estar próximo ao refrigerador de ar e tiver certeza de que alguma gota de água entrou em sua boca, ele deve cuspi-la.

Em segundo lugar:

Uma pessoa pode sentir menos sede quando há um climatizador de ar, assim como sentirá menos sede se jejuar no frio. Isso não afeta seu jejum e não é resultado do vapor de água no ar; ao contrário, é por causa da temperatura fria que resulta do climatizador, e o ar frio que vem de outros tipos de ar condicionado é muito mais frio do que o que vem desses refrigeradores de ar do deserto. Inalar ar frio não tem maior impacto do que colocar água no corpo ou na cabeça, porque a umidade da água reduz a sensação de sede. Na verdade, a pele absorve água, mas isso não quebra o jejum.

Al-Bukhari (que Allah tenha misericórdia dele) disse: Capítulo sobre banho para quem está em jejum. Ibn 'Umar (que Allah esteja satisfeito com ele) molhou uma roupa e a vestiu quando estava jejuando.

Ash-Sha'bi entrou na casa de banho pública quando estava em jejum… al-Hasan disse: Não há nada de errado em enxaguar a boca e se refrescar para quem está em jejum… Anas disse: Eu tenho uma banheira na qual tomo banho quando estou jejum.

Al-Haafiz Ibn Hajar disse em Fath al-Baari (4/197): A [palavra traduzida aqui como] banheira é uma rocha oca como uma cisterna. Parece que a banheira estava cheia de água e, quando Anas sentia muito calor, sentava-se nela para se refrescar. Fim da citação.

Supõe-se que esta banheira era como as banheiras de hoje.

Abu Bakr al-Athram narrou com seu isnad que Ibn 'Abbaas entrou na casa de banhos quando estava jejuando, junto com alguns de seus companheiros, durante o mês do Ramadan. Fim da citação de al-Mughni (3/18).

Shaikh Ibn ‘Uthaimin (que Allah tenha misericórdia dele) foi perguntado: Qual é a regra sobre tomar uma ducha ou tomar banho mais de uma vez ao dia no Ramadan, ou sentar-se ao lado do ar condicionado ou refrigerador de ar o tempo todo, quando este refrigerador emite umidade?

Ele respondeu: Na resposta anterior, falamos de evidências que indicam que isso é permissível e não há nada de errado com isso. O Mensageiro (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) costumava derramar água sobre sua cabeça por causa do calor ou por causa da sede quando estava jejuando, e Ibn 'Umar (que Allah esteja satisfeito com ele) molhava sua roupa com água quando jejuava, para se refrescar quando estava muito quente ou por causa da sede, a umidade não tem nenhum impacto [no jejum], porque não é a água que chega ao estômago." (Majmu’ Fataawa Ibn ‘Uthaimin 19/285).

E Allah sabe mais.

A Fonte: Islam Q&A