Segunda-feira 8 Rajab 1444 - 30 Janeiro 2023
Portuguese

O que é sharia?

Pergunta

O que é sharia?

Texto da resposta

Todos os louvores são para Allah.

Em primeiro lugar:

A palavra shari’ah (sharia) se refere a toda a religião do Islam, que Allah escolheu para Seus servos, com o intuito de guiá-los das profundezas das trevas para a luz. É o que Ele prescreveu para os servos e explicou a eles sobre os mandamentos e proibições, halaal e haram. Aquele que segue a shari’ah de Allah, considerando como permissível o que Ele permitiu e considerando como proibido o que Ele proibiu, alcançará o triunfo. Aquele que vai contra a shari'ah de Allah está se expondo à ira, irritação e punição de Allah.

Allah, Exaltado seja, diz (interpretação do significado):

{Então, te ensejamos (ó Mensageiro) o caminho reto da religião. Observa-o, pois, e não te entregues à concupiscência dos insipientes} [al-Jaathiyah 45:18].

Al-Khalil ibn Ahmad (que Allah tenha misericórdia dele) disse:

A palavra shari'ah (pl. sharaa'i') se refere ao que Allah prescreveu (shara'a) para as pessoas em relação a questões de religião, e o que Ele ordenou que elas aderissem quanto à oração, jejum, Hajj e assim por diante. É o shir'ah (o local num rio onde se pode beber).

Fim da citação de al-'Ain (1/253). Veja também as-Sihaah por al-Jawhari (3/1236).

Ibn Hazm (que Allah tenha misericórdia dele) disse:

Shari'ah é o que Allah, exaltado seja, prescreveu (shara'a) através dos lábios de Seu Profeta (Muhammad, que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) em relação à religião, e dos lábios dos Profetas (que a paz esteja com eles) que vieram anteriormente. A regra do texto revogatório deve ser considerada a decisão final.

A origem linguística do termo shari'ah se refere ao lugar em que um cavaleiro pode vir e beber água, e o local no rio onde se pode beber. Allah, Exaltado seja, diz (interpretação do significado):

{Prescreveu-vos a mesma religião que havia instituído para Noé, a qual te revelamos, a qual havíamos recomendado a Abraão, a Moisés e a Jesus, (dizendo-lhes): Observai a religião e não discrepeis acerca disso; em verdade, os idólatras se ressentiram daquilo a que os convocaste, Allah elege quem Lhe apraz e encaminha para Si o contrito.} [ash-Shura 42:13].

Shaikh al-Islam Ibn Taimiyah (que Allah tenha misericórdia dele) disse:

O homem não tem o direito de ir contra a shari'ah em nenhum de seus assuntos; ao contrário, tudo o que é bom para ele e seu bem-estar é referido na shari'ah, não importa se tem a ver com seus problemas maiores ou menores, em todas as suas situações e ações, em suas interações e relações com outras pessoas, e assim por diante. Todos os louvores são para Allah, Senhor dos Mundos. A razão para isso é que shari’ah significa obediência a Allah e Seu Mensageiro, e àqueles em autoridade dentre nós. Allah, Exaltado seja, diz (interpretação do significado): {Ó fiéis, obedecei a Allah, ao Mensageiro e às autoridades, dentre vós!} [an-Nissa’ 4:59]. Allah ordenou obediência a Ele e obediência ao Seu Mensageiro em muitos versículos do Alcorão, e proibiu a desobediência a Ele e a desobediência ao Seu Mensageiro. Ele prometeu Sua satisfação, perdão, misericórdia e Paraíso em troca de obediência a Ele e obediência a Seu Mensageiro, e Ele advertiu sobre o oposto disso em retribuição à desobediência a Ele e desobediência a Seu Mensageiro. Portanto, todos, sejam eruditos, governantes, devotos ou indivíduos envolvidos em relações e transações com outros, devem obedecer a Allah e Seu Mensageiro em tudo o que fazem, seja ensinando e aprendendo, julgando, ordenando o que é bom ou proibindo o que é mau, praticando qualquer ação, oferecendo um ato de adoração, ou qualquer outra coisa.

O verdadeiro significado da shari'ah é seguir os Mensageiros e obedecê-los, mas ir contra a shari'ah significa ir contra a obediência aos Mensageiros, e a obediência aos Mensageiros é a religião de Allah." (Majmu’ al-Fataawa 19/309).

Os sábios do Comitê Permanente disseram:

A Shari'ah é aquela através da qual Allah enviou Seus Livros e enviou Seus Mensageiros às pessoas, para que a colocassem em prática por meio da adoração a Allah e buscando aproximar-se d’Ele, de acordo com o que ordenaram os Mensageiros (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre todos eles).

O caminho certo a ser seguido é o que está de acordo com isso; em outras palavras, aquilo que está de acordo com as instruções de Allah que foram enviadas ao último de Seus Mensageiros, Muhammad (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele). Como Ele disse (interpretação do significado): {Esta é a Minha senda reta. Segui-a e não sigais as demais, para que estas não vos desviem da Sua. Eis o que Ele vos prescreve, para que O temais.} [al-An'aam 6:153]. E é o que está de acordo com as palavras do Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele): “Minha ummah se dividirá em setenta e três seitas, todas as quais estarão no fogo, exceto uma”. Foi perguntado: Quem são estes, ó Mensageiro de Allah? Ele respondeu: “Aqueles que seguem o caminho que eu e meus companheiros seguimos”. Isso se inclui na shari'ah.

Quanto aos caminhos (tariqahs) que diferem disto, como as tariqahs dos sufis, os tijanis, os naqshabandis, os qadiris e assim por diante, esses são caminhos inovadores. Não é permitido aceitá-los ou segui-los com o propósito de alcançar o prazer de Allah, glorificado seja." (Fataawa al-Lajnah ad-Daa'imah 2/219).

Para obter mais informações, consulte a resposta à pergunta n° 147608 .

E Allah sabe mais.

A Fonte: Islam Q&A