Quarta-feira 13 Jumada Al-Awwal 1444 - 7 Dezembro 2022
Portuguese

Regra sobre sangue coagulado (casca) sobre uma ferida em uma das partes do corpo que deve ser lavada no wudu’

Pergunta

O sangue coagulado (casca) que cobre uma ferida é considerado uma barreira [que impede que a água atinja a pele] ao fazer wudu’, que deve ser removida? Se um certo período de tempo se passou e eu ainda não sei se uma ferida curou ou não, então não tenho escolha a não ser removê-la (a casca), noto que às vezes ela está curada e às vezes não sangra imediatamente, mas depois de um tempo observo que o sangue voltou e formou uma crosta novamente. Qual é a regra sobre minha oração, se eu rezar, então eu removo a crosta e percebo que a ferida foi curada – eu tenho que repetir a oração, e ela é considerada uma barreira quando eu fiz wudu’? Estou muito confuso e também sofro de waswaas (sussurros do Shaitan; pensamentos intrusivos). Repito minhas orações quando vejo essa crosta depois de terminar a oração e, quando a removo, vejo que está curada. Além disso, isso acontece com frequência, pois removo as crostas e não as deixo cicatrizar, com medo de que formem uma barreira.

Texto da resposta

Todos os louvores são para Allah.

A crosta que se forma sobre a ferida geralmente é algo insignificante que pode ser desconsiderado, especialmente se uma pessoa se fere frequentemente e crostas como essas se formam sobre as feridas.

É dito em Haashiyat al-Baajuri ‘ala Ibn Qaasim (1/51): É obrigatório remover qualquer barreira que se forme sobre elas, como sujeira que se acumula do lado de fora, se não for muito difícil removê-la. Caso contrário, não importa, porque se tornou como parte do corpo... Isso se aplica à superfície dos furúnculos, mesmo que seja fácil removê-la. Fim da citação.

Em outras palavras, essa superfície ou pele não precisa ser removida, mesmo que seja fácil.

É dito em Mataalib Uli an-Nuha (1/116): Uma pequena quantidade de sujeira sob as unhas e afins não importa, como o que pode estar dentro do nariz, mesmo que impeça que a água chegue à pele, porque é algo que geralmente acontece com frequência, e se o wudu' não pudesse estar completo com isso, o Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) o teria explicado, porque não é permitido demorar para dar uma explicação além do momento no qual foi necessário.

Shaikh Taqiy ad-Din Ibn Taimiyah (que Allah tenha misericórdia dele) fez uma analogia entre isso [um pouco de sujeira] e todas as coisas insignificantes que impedem a água de atingir a pele, como sangue (coagulado) ou massa em qualquer parte do corpo. Ele favoreceu essa visão por analogia com o que se acumula sob as unhas, e também incluiu nisso rachaduras que podem aparecer na pele em qualquer parte do corpo. Fim da citação.

O fato de que isso pode ser desconsiderado para facilitar a vida e afastar dificuldades é porque muitas pessoas são afetadas por essas coisas e é muito difícil evitá-las. Esta regra se aplica a casos comuns em que não há waswaas. No entanto, se uma pessoa é afetada por waswaas e ela se verifica constantemente e repete orações por causa disso, então, quem quer que cuide de si mesmo deve ignorar isso completamente e não pensar neste assunto, caso contrário, estragará sua adoração e causará a si próprio muitos problemas, pois você viu como o Shaitan fez com que você chegasse a extremos nesta questão, e tornou a adoração um fardo para você, fazendo com que você a repetisse com frequência, quando não há razão shar'i para fazê-lo.

E Allah sabe melhor.

A Fonte: Islam Q&A