Quarta-feira 7 Dhu Al-Hijjah 1443 - 6 Julho 2022
Portuguese

Ele esqueceu de enxaguar a boca e o nariz ao fazer ghusl para janaabah

Pergunta

Durante o Ramadan, antes do jejum, tive um sonho molhado e quando fiz ghusl para janaabah, não lavei minha boca e nariz. Mas depois de fazer ghusl e me secar, lembrei e fiz wudu’. Perguntei ao meu irmão, que é graduado na especialidade de fiqh, e ele disse que isso é permitido. Minha pergunta: é realmente permitido? Se não for permitido, tenho que compensar os jejuns e orações dos dias que se seguiram a esse ghusl?

Texto da resposta

Todos os louvores são para Allah.

Seu ghusl é válido e você não precisa fazer nada mais, insh’Allah. O fato de você ter lavado a boca e o nariz depois de ter feito ghusl e secado o corpo não importa, porque não foi de encontro à regra de fazer as ações consecutivamente no ghusl, e o tempo entre fazer ghusl e enxaguar a boca e o nariz foi o tempo decorrido para se secar. Isso é considerado como um curto período de tempo que não anula a execução das ações uma após a outra. Além disso, no caso do ghusl obrigatório, não importa se o enxágue da boca e do nariz é adiado até depois de terminar o ghusl, porque fazer as ações em ordem não é obrigatório no ghusl.

Para obter mais informações, consulte a resposta à pergunta n° 149908 .

No entanto, podemos notar aqui que há uma considerável divergência de opinião entre os estudiosos sobre se a lavagem da boca e do nariz é estipulada como parte do ghusl. Como você perguntou a alguém que é especialista em fiqh, achando que ele estava qualificado para isso, e ele o aconselhou com base em uma visão erudita que carrega peso, você não tem culpa de agir de acordo com o que ele disse. Na verdade, isso é o que é exigido de você, mesmo que mais tarde fique claro para você que a visão dele está incorreta. O que foi feito é válido, e você não precisa repetir.

Com base nisso, se alguém não fez o ghusl obrigatório, ou fez o ghusl mas não foi válido, então jejuou, seu jejum nesse caso é válido.

E Allah sabe melhor.

A Fonte: Islam Q&A